object(WP_Post)#9572 (24) { ["ID"]=> int(42614) ["post_author"]=> string(1) "1" ["post_date"]=> string(19) "2024-06-13 12:10:58" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2024-06-13 15:10:58" ["post_content"]=> string(9409) "

Quando se fala sobre ferramentas organizacionais, uma das mais queridinhas da atualidade — especialmente no mundo das startups — é o Notion.

Ao longo de 10 anos, a empresa construiu um software que se tornou líder nos campos de colaboração e produtividade, sendo considerado por muitos profissionais de marketing como um “estilo de vida”.

Hoje, o número de pessoas que utilizam o Notion deve estar próximo dos 100 milhões, um aumento significativo considerando que a barreira do milhão foi cruzada há apenas 5 anos, em 2019.

Desses usuários, estima-se que mais de 4 milhões sejam pagos, desembolsando desde US$ 8 mensais até planos mais personalizados, como seus grandes clientes como Netflix e Spotify.

O início dessa trajetória 🛣

Em 2011, o sino-canadense Ivan Zhao começou a criar websites de portfólio para seus amigos artistas, enquanto buscava desenvolver sua carreira em Artes.

Para ele, essas pessoas tinham a visão e o apuro visual para desenvolver portfólios, mas não tinham as ferramentas necessárias.

Dois anos depois, junto a Toby Schachman e Simon Last, ele mudou seu foco e conseguiu um aporte de US$ 2 milhões para criar uma ferramenta que desenvolvesse qualquer aplicativo genérico da internet.

Para validar sua hipótese, eles construíram o Concept, que facilitava a colaboração síncrona na construção de websites.

Após o lançamento, Schachman deixou o projeto, mas, meses depois, entraram Chris Prucha e Jessica Lam.

🤔 No entanto, eles identificaram um obstáculo: A dor que o Concept solucionava não era um problema imediato que seu público-alvo — os não-programadores — enfrentava.

💡A resposta: Desenvolver uma solução para um dos grandes problemas das pessoas: a documentação. Eis que, entre o final de 2013 e o começo de 2014, nascia o Notion.

Um ano depois, o Notion encontrou alguns problemas e foi começado do zero. Além disso, Prucha e Lam deixaram o projeto.

O poder do feedback e do boca a boca

Em março de 2016, a nova versão do software foi lançada no Product Hunt, um popular site de compartilhamento e descoberta de novos produtos.

Maaaasss… Apesar do burburinho inicial, Zhao e Last enfrentaram dificuldades para comunicar exatamente o que era o Notion e o que ele fazia.

O motivo: A melhor maneira para que potenciais clientes observassem as vantagens do produto era testando-o. Eis que entra sua estratégia de comunicação.

A solução foi usar os mais de 150 comentários no Product Hunt para destacar os diferenciais de sua ferramenta em relação às concorrentes e coletar feedback de pessoas interessadas em tecnologia.

O Product Hunt, inclusive, serviu como pontapé inicial de uma eventual estratégia do Notion de utilizar plataformas de descoberta para aumentar o reconhecimento — awareness — do software.

Explicando: Ao listar o produto em um desses websites, um conjunto inicial de usuários que utilizasse e gostasse do produto poderia compartilhá-lo em outras comunidades.

O resultado: Mais usuários dispostos a testar o produto.

Essa “viralização” através do boca a boca só foi possível porque eles maximizaram as emoções positivas que os usuários tinham com o produto.

A importância da comunidade do Notion

Um dos grandes diferenciais do Notion é seu constante envolvimento com os usuários, seja respondendo a dúvidas, abordando preocupações e compartilhando atualizações da ferramenta.

Nas redes sociais isso não foi diferente e, no caso da startup, sua primeira comunidade foi construída no Reddit.

Essa abordagem ajudou a cultivar uma comunidade solidária em torno do Notion no Reddit, que hoje possui quase 350 mil membros.

Por último, o Notion criou um programa de embaixadores. Os escolhidos recebiam recursos em versão beta, participavam ativamente no desenvolvimento de novas funcionalidades, além de ganhar brindes.

Os embaixadores, por sua vez, eram incentivados a criar cursos online ensinando como utilizar o Notion, consequentemente divulgando o produto, trazendo mais usuários e criando um viral loop.

Para saber mais sobre as conquistas, onde a empresa está agora e onde ainda quer chegar, confira esse bate-papo entre os fundadores.

" ["post_title"]=> string(61) "Como o Notion cresceu por meio do boca a boca e da comunidade" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(6) "closed" ["ping_status"]=> string(6) "closed" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(61) "como-o-notion-cresceu-por-meio-do-boca-a-boca-e-da-comunidade" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2024-06-13 13:23:58" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2024-06-13 16:23:58" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(44) "https://thenews.waffle.com.br/sem-categoria/" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(4) "post" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" }