object(WP_Post)#9572 (24) { ["ID"]=> int(38485) ["post_author"]=> string(1) "1" ["post_date"]=> string(19) "2024-05-07 11:04:54" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2024-05-07 14:04:54" ["post_content"]=> string(4030) "

Em 2024, o investimento em ads nas redes sociais deve ultrapassar os US$ 247 bilhões globalmente, o que vai representar um crescimento de 14,3% na comparação ano a ano.

A cifra é um reflexo direto da crescente no consumo em social media nos últimos 10 anos.

Em outras palavras, não só tem mais que o dobro de gente usando, como quem usa fica cada vez mais tempo rolando os feeds.

Por que isso importa? A Meta, dona do Facebook e do Instagram, deve superar a — toda poderosa e tradicional — TV linear em termos de gastos globais com publicidade já em 2025.

Só neste ano, a empresa do Tio Zuck projeta arrecadar mais de US$ 155 bilhões, o que seria equivalente a 63% do valor investido em social media no mundo.

Esse resultado impressionante é consequência, sobretudo, de investimentos de empresas chinesas, mas também pela popularidade de suas ferramentas de AI, como a Meta’s Advantage+, que automatiza aspectos do planejamento criativo e de mídia.

Falando em China… 🇨🇳

A receita publicitária do TikTok deve superar os US$ 23 bilhões em 2024, um aumento de 18% em relação ao ano passado, porém bastante inferior ao crescimento de 88% do período anterior.

Segundo o relatório, essa projeção “negativa” ocorre mesmo com a introdução de novos formatos de anúncios de pesquisa e compras e a alta popularidade do TikTok entre as gerações mais novas.

Isso sem contar o fato que o governo americano quer banir o app do país.

Quem não tá tão feliz é o Musk

No caso do X (antigo Twitter), a perspectiva para este ano ainda é negativa, prevendo um decréscimo global de 6,4% — mas que é muito melhor do que o declínio de 46,4% entre 2022 e 2023.

Ainda assim, o que vai impulsionar os gastos na rede de Elon Musk são as eleições americanas de 2024. Neste caso, precisamos esperar para ver como será o desempenho da rede social.

Moving forward: Um os principais desafios para todas as redes continua sendo permitir que as marcas aproveitem os seus próprios dados e análises para compreender os públicos-alvo a um nível mais profundo.

Pense que, com isso, elas poderão trazer experiências muito mais personalizadas em todos os meios.

" ["post_title"]=> string(61) "Redes sociais lideram os investimentos globais em publicidade" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(6) "closed" ["ping_status"]=> string(6) "closed" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(61) "redes-sociais-lideram-os-investimentos-globais-em-publicidade" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2024-05-07 11:04:55" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2024-05-07 14:04:55" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(44) "https://thenews.waffle.com.br/sem-categoria/" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(4) "post" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" }