object(WP_Post)#9598 (24) { ["ID"]=> int(42060) ["post_author"]=> string(1) "1" ["post_date"]=> string(19) "2024-06-09 19:34:53" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2024-06-09 22:34:53" ["post_content"]=> string(6213) "

Uma mercearia de bairro, uma fabricante de sucos e uma locadora de veículos. Essas foram 3 das 4 empresas vencedoras de um leilão bilionário do governo Lula para a compra de arroz importado.

Se está se perguntando o que queijo tem a ver com arroz, você não está sozinho. A notícia rodou por todo país no final de semana e gerou muitos questionamentos.

Tudo começou quando o governo disse que seria necessário comprar arroz importado para evitar desabastecimento com as enchentes no Rio Grande do Sul — que responde por cerca de 70% da produção nacional.

Acontece que os próprios arrozeiros gaúchos disseram que não havia risco de falta do produto no país já que, antes da tragédia climática, 85% da safra já tinha sido colhida.

Até por isso, o setor do agro nacional também classificou o leilão como “desnecessário”. Falando em números:

O que preocupa?💰

Só 1 das 4 vencedoras de fato já faz algum tipo de exportação e um mini-mercado de queijos no Amapá, por exemplo, acabou como o maior vencedor.

A empresa “Queijo Minas” vai ganhar R$ 700 milhões do governo para importar mais de 147 mil toneladas de arroz.

A empresa também aumentou de R$ 80 mil para R$ 5 milhões o seu capital social dias antes do leilão, o que mostraria um maior nível de investimento.

Tem mais… Outra vencedora do leilã, que vai receber valor superior a R$ 100 milhões, tem como dono um empresário que já confessou ter pago propina para conseguir um contrato com o governo do DF entre 2002 e 2009.

O que vai acontecer agora? 🍚

Depois da repercussão, a Companhia Nacional de Abastecimento disse que convocou as empresas vencedoras para comprovarem que têm capacidade técnica e financeira para importar as milhares de toneladas de arroz.

Chegou em Brasília: Deputados da oposição também apresentaram denúncias ao Tribunal de Contas da União para que todo o processo seja investigado sob suspeita de fraudes e formação de cartel.

Do lado do governo, o ministro da Agricultura defendeu a importação e disse que ela serve para combater a especulação, já que vendedores estariam aumentando o preço do cereal para se aproveitar da tragédia.

Além disso, a Conab disse que as vencedoras vão perder o contrato caso não cumpram com as obrigações previstas.

" ["post_title"]=> string(79) "Empresas que nunca venderam arroz ganham leilão do governo para importar arroz" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(6) "closed" ["ping_status"]=> string(6) "closed" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(78) "empresas-que-nunca-venderam-arroz-ganham-leilao-do-governo-para-importar-arroz" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2024-06-10 11:43:57" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2024-06-10 14:43:57" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(44) "https://thenews.waffle.com.br/sem-categoria/" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(4) "post" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" }