object(WP_Post)#9572 (24) { ["ID"]=> int(43143) ["post_author"]=> string(1) "1" ["post_date"]=> string(19) "2024-06-19 09:43:47" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2024-06-19 12:43:47" ["post_content"]=> string(6152) "

Anything is possible! A cidade de Boston, uma das mais apaixonadas por esporte no mundo, precisou passar por longos e exatos 16 anos para ver a sua equipe de basquete voltar ao topo da NBA.

No mesmo 17 de junho, mas em 2008, os Celtics “passavam o carro” nos Los Angeles Lakers para faturar o 17° título da NBA, a maior marca de qualquer outra equipe da liga.

Dali em diante, os torcedores vivenciariam duras derrotas enquanto os rivais levantavam o troféu Larry O'Brien. Só que, ao mesmo tempo, uma grande reformulação ocorria na franquia de Massachusetts…

… Reformulação que se concretizou neste 17/06/2024. Jogando em casa, os Celtics “passaram o carro” nos Mavericks para faturar o 18° título da NBA, a maior marca de qualquer outra equipe da liga.

O mesmo texto, a mesma data, mas agora com um banner a mais no alto do TD Garden. Veja aqui esse edit absurdo sobre a trajetória até o título.

🏆 Pra entrar na história. A campanha de 80 vitórias e 21 derrotas é a 2ª melhor na história da franquia.

O mais impressionante disso é que, mesmo com o alto nível de Jayson Tatum e Jaylen Brown, os Celtics não possuem nenhuma superestrela, como Luka Doncic.

Isso só mostrou o poder da coletividade em detrimento do talento de uma ou duas peças isoladas. Coadjuvantes se tornaram figuras fundamentais para uma conquista que terá um sabor especial para cada torcedor.

Jaylen Brown, o homem mau 👿

(Imagem: NBA | Reprodução)

Ele é malvado demais!! Com 20,8 pontos, 5,4 rebotes e 5 assistências por jogo, Jaylen Brown recebeu o título de MVP das Finais. Mas, não se engane. Brown precisou superar muitas “profecias” chegar até o ápice.

Minha professora disse que vai me procurar na prisão do condado de Cobb em 5 anos.. Uau

Isso foi o que Jaylen Brown postou em seu perfil no Twitter em 2014. No entanto, Brown provou que ela estava errada. Quando ingressou na Universidade da Califórnia, ele era visto como 'inteligente demais para o basquete'.

Mestre em Ciências Sociais, Brown se tornou o mais jovem a lecionar em Harvard, liderou a associação de jogadores, além de ter sido convidado para um estágio na NASA.

Semanas antes de ser draftado pela 3ª escolha geral em 2016, Brown estava nas finais da NBA e foi categórico ao dizer: “Um dia, eu estarei aqui”. Clique aqui para ver o vídeo.

Ainda assim, a franquia de Boston renovou com o ala por US$ 304 milhões/5 anos, o contrato mais valioso da liga. A negociação fez aumentar as criticas e, consequentemente, a pressão em cima do jogador celta.

Maaaas… A resposta veio. Brown deu a volta por cima fazendo o que sabe de melhor — jogar basquete.

🏆 Faturou o prêmio de MVP das Finais de Conferência e das Finais da NBA, além de se tornar um dos jogadores mais “coringas” da liga.

A imagem do título

(Imagem: Bleacher Report | Reprodução)

Não falta mais nada. Boston Celtics, a maior franquia em títulos da história da NBA!

" ["post_title"]=> string(51) "16 anos depois, o orgulho celta está de volta 🍀" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(6) "closed" ["ping_status"]=> string(6) "closed" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(57) "16-anos-depois-o-orgulho-celta-esta-de-volta-%f0%9f%8d%80" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2024-06-19 09:43:49" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2024-06-19 12:43:49" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(44) "https://thenews.waffle.com.br/sem-categoria/" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(4) "post" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" }