object(WP_Post)#9585 (24) { ["ID"]=> int(43874) ["post_author"]=> string(1) "1" ["post_date"]=> string(19) "2024-06-26 09:33:51" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2024-06-26 12:33:51" ["post_content"]=> string(7643) "

Sabe aquele meme “Chris e Greg”? Pois bem, por mais que o Brasil tenha vários atletas com chances de conquistar uma medalha em Paris, existe uma dupla que, de tão boa que é, tem o favoritismo em dobro.

Atuais líderes do ranking mundial, Ana Patrícia e Duda tiveram um 2023 pra lá de especial:

A verdade é que, conquistas não faltam para a dupla. No entanto, poucos realmente conehcem a história dessas estrelas do esporte brasileiro. Vamos nessa.

A distância e o preconceito não mudaram o seu destino

(Imagem: CBV | Reprodução)

Nascida na cidade de Espinosa, extremo norte de Minas Gerais, Ana Patrícia encontrou nos esportes o melhor caminho para superar o bullying que sofria na adolescência.

O motivo: Era muito alta desde os tempos de escola, chegando a 1,94m de altura na juventude.

Ela passou pelo futebol, futsal e natação até entrar para a equipe de handebol, quando seu talento para o voleibol foi descoberto —por mais louco que possa parecer.

Numa edição de Jogos Escolares, Ana recebeu o convite do Professor Augusto Figueiredo para um teste na seleção mineira de vôlei de praia.

"Não sabia como, mas disse que podia aprender"

Foi assim que convenceu sua família a se mudar para Betim, na Grande Belo Horizonte, em 2013. O sucesso foi imediato e, em menos de 4 meses, foi chamada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) para treinar no centro de desenvolvimento em Saquarema, Rio de Janeiro.

Quem diria que uma mulher que conquistou o sucesso na vida atuando nas areias viria ao mundo tão longe delas. risos.

Falando na Duda…

Diferentemente de sua companheira de equipe, Duda Lisboa está habituada as areias desde pequena, ou melhor, desde o ventre da sua mãe.

Natural de Aracaju, no Sergipe, ela começou a praticar o vôlei de praia logo aos 7 anos de idade por influência da Dona Cida Lisboa, que foi jogadora da modalidade.

Inclusive, foi no CT Cida Vôlei, projeto criado por sua mãe para aperfeiçoar o talento de futuras estrelas do vôlei de praia, que Duda iniciou seus treinamentos.

A ascensão meteórica da sergipana foi notória:

(Imagem: Red Bull | Reprodução)

Breve separação e reencontro triunfante

O sucesso da dupla logo na adolescência indicava um grande potencial para as atletas, mas a parceria logo foi rompida no ano seguinte.

Para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Duda se juntou a Ágatha, mas o favoritismo da dupla acabou não se concretizando e logo foram eliminadas nas oitavas de final.

Após as precoces saídas, Duda e Ana decidiram retomar a dupla que fez tanto sucesso na juventude… E os resultados já estão falando por si só.

Além das conquistas já citadas, a dupla brazuca faturou o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, em 2023. Veja aqui o momento emocionante da conquista.

(Imagem: CBV | Reprodução)

Com vaga confirmada desde março, Ana Patrícia e Duda são fortes candidatas ao posto mais alto do pódio no vôlei de praia. Será que o feito de duas décadas atrás vai se repetir?

" ["post_title"]=> string(67) "Ana Patrícia e Duda: A dupla que busca o ouro nas areias francesas" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(6) "closed" ["ping_status"]=> string(6) "closed" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(65) "ana-patricia-e-duda-a-dupla-que-busca-o-ouro-nas-areias-francesas" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2024-06-26 10:13:59" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2024-06-26 13:13:59" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(44) "https://thenews.waffle.com.br/sem-categoria/" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(4) "post" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" }